Flashes
1206 views September 21, 2016 posted by Maja Wallengren

HARVEST ANALYSIS: Brazil’s Conab Confirms Lower Figure For 2016-17 Coffee Harvest At 49.6M Bags In 3rd Review

  Share...
Screen Shot 2016-04-12 at 1.47.21 PM

BREAKING NEWS By SpillingTheBeans

SEP 21 (SpillingTheBeans)–Brazil’s Agriculture Ministry’s official crop supply agency Conab on Wednesday said the new 2016-17 coffee harvest in the world’s largest producing country is expected to reach 49.7 million 60-kilogram bags, falling below expectations by bears in the market of a crop well above 50 million bags. The physical harvesting of the new Brazilian crop is currently being wrapped up across producing regions.

In Conab’s 3rd review for the current crop cycle the agency confirmed a lower figure for the 2016-17 harvest after its initial forecast had pegged the new harvest to yield up to as much as 52 million bags. The lower figure is in line with recent comments and analysis from multiple agronomists and trading houses acknowledging that both the new Arabica and Robusta crops have suffered varying degrees of weather damage throughout the last part of the flowering period and physical harvest.

The figure is also in line with SpillingTheBeans’ projections for Conab to start consolidate the figure for the 2016-17 harvest in the lower range of the previous forecast.

See the full report in Portuguese here: http://www.conab.gov.br/imprensa-noticia.php?id=41743

The full text from the report reads:
“Brasil deverá colher 49,64 milhões de sacas de 60 quilos de café beneficiado

A terceira estimativa da Safra 2016 de café, divulgada nesta quarta-feira (21) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), prevê que o país deverá colher 49,64 milhões de sacas de 60 quilos de café beneficiado. O resultado representa um acréscimo de 14,8%, se comparado à produção de 43,24 milhões de sacas obtidas em 2015.

Quanto à área plantada, totaliza 2,22 milhões de hectares e é 1,3% menor do que a registrada em 2015. Desse total, 270 mil hectares (12,2%) estão em formação e 1,95 milhão de hectares (87,8%) em produção.

*Arábica – O café arábica representa 83,2% da produção total do país e estima-se que sejam colhidas 41,29 milhões de sacas nesta safra, que é de ciclo de bienalidade positiva. Isso representa um acréscimo de 28,8% em relação à safra passada, resultado, principalmente, do aumento de 45,5 mil hectares da área em produção e às condições climáticas favoráveis. A área total dessa variedade, no entanto, tem estimativa de redução de 0,6% (10,5 mil hectares) em relação à safra anterior, ficando em 1,76 milhão de hectares – o que corresponde a 79,11% das lavouras de café do país. Minas Gerais concentra a maior área plantada de café arábica no país: 1,18 milhão de hectares.

*Conilon – A produção do conilon, que representa 16,8% do total do país, está estimada em 8,35 milhões de sacas, o que aponta uma redução de 25,3% em relação à safra passada. O resultado deve-se à redução de 4% na área em produção e, sobretudo, à seca e à má distribuição de chuvas por dois anos consecutivos nos estágios de florescimento, formação e enchimento de grãos no Espírito Santo, maior produtor da espécie.
Para a área total plantada, estimada em 463,7 mil hectares, o levantamento indica redução de 3,8%. Desse total, 424,7 mil hectares estão em produção e 39 mil hectares em formação. No Espírito Santo está a maior área plantada, com 286 mil hectares.

O estudo foi realizado entre os dias 21 de agosto e 3 de setembro, com a visita de 28 técnicos a áreas de todos os estados produtores, contando para isso, também, com parceiros da Conab nas regiões.”
-0-

  Share...

Share This Article

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *