Artículos
1316 views January 9, 2014 posted by Maja Wallengren

Blog do Café: Volcafe ficará abaixo expectativa de Safra 14-15 do Brasil, e Preço do café

Ecuador3

VOLCAFE: Safra de café do Brasil 14/15 ficará abaixo da expectativa
(Por CafePoint)–A safra 2014/15 de café do Brasil deve cair bem abaixo das expectativas, como resultado de uma intensa poda e de um estresse das árvores depois de duas grandes colheitas consecutivas no maior produtor global, afirmou nesta segunda-feira a Volcafe, divisão de café da trading ED&F Man.

A trading reduziu sua previsão de produção para 51 milhões de sacas de 60 kg, ante 60 milhões de sacas previstas em novembro. A previsão de safra se compara ao volume de 57,2 milhões de sacas da temporada anterior e das 56,8 milhões em 2012/13.

A Volcafe afirmou que os agricultores realizaram severas podas para eliminar os custos de colheita neste ano e para estimular a safra na próxima temporada. Indicativos de preços mais baixos para o café estão entre os fatores que motivaram a intensificação da poda pelos cafeicultores.

Os preços do café arábica caíram cerca de 20 por cento em 2013, pressionados pelos amplos suprimentos globais. A trading prevê para 2014/15 um déficit global no mercado de café de cerca de 5 milhões de sacas, ante um excedente de 6 milhões de sacas no ano anterior.

Para mas informações: http://www.cafepoint.com.br/cadeia-produtiva/giro-de-noticias/safra-de-cafe-do-brasil-1415-ficara-abaixo-da-expectativa-diz-volcafe-87020n.aspx

Preço do café ainda sob pressão em 2014 POR CAfePoint
Os preços do café, que registraram patamares mínimos em 2013, devem continuar sem sustentação este ano em decorrência da oferta abundante, segundo analistas e representantes do setor. Uma recuperação mais significativa só deve ocorrer em 2015. Isso porque se espera, para o ano que vem, que a demanda mundial continue crescendo e uma diminuição da produtividade dos cafezais, reflexo do menor investimento nos tratos culturais nos anos de baixa de preços.

O índice composto de preços da Organização Internacional do Café (OIC) – que agrupa vários tipos de café, como os naturais brasileiros, suaves colombianos e robustas – ficou em US$ 1,0099 por libra-peso em novembro, 5,6% abaixo da média de outubro, e atingiu seu nível mais baixo em seis anos e meio.

Na avaliação de Moris Mermelstein, consultor da MM Commodities, os preços podem cair ainda mais em relação aos patamares atuais. Ele prevê que o café arábica negociado na bolsa de Nova York, hoje pouco acima de US$ 1 por libra-peso, poderá recuar para cerca de 95 centavos de dólar no segundo trimestre. No mesmo período, o café robusta transacionado na bolsa de Londres, poderá ir a um patamar entre US$ 1.300 e US$ 1.400 a tonelada, ante os US$ 1.700 em meados de dezembro. Nos dois casos, novas quedas são esperadas por conta da oferta elevada.

Rodrigo Costa, diretor da Caturra Coffees, estima que “sem a ajuda do café robusta, o arábica não vai conseguir subir sozinho”. “Não deve passar de 120 a 125 centavos [a libra-peso do arábica] e deve ficar entre 105 e 110 centavos”, projeta para 2014.

Para ele, o comportamento do mercado vai depender de alguma medida adicional do governo brasileiro e de como vai se desenvolver a safra brasileira. Em sua visão, o mercado pode encontrar alguma sustentação em outubro ou novembro deste ano.

Em 2013, o governo brasileiro anunciou várias medidas para ajudar a sustentar as cotações da commodity, como o reajuste do preço mínimo do café arábica, leilões de contratos de opção de venda, renegociação das dívidas e a intenção de reduzir a área cultivada com o grão.

Mas o mercado continua …

Para todo o Artculo haga click: http://www.cafepoint.com.br/cadeia-produtiva/giro-de-noticias/preco-do-cafe-ainda-sob-pressao-em-2014-87035n.aspx
-0-

Share This Article

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>